UMA QUESTÃO DE OPINIÃO!

Caros amigos vascaínos,

Aproveitando o fim de semana sem futebol, resolvi fazer uma breve exposição da minha opinião sobre alguns assuntos esportivos do Vasco!

1) FUTEBOL:

A campanha do Vasco , este ano, nitidamente se dividiu em duas metades. Na primeira o time montado para ganhar o estadual, obteve sucesso, permanecendo durante vários jogos invicto.

Mesmo nesta época, dada a fraqueza dos adversários do estadual, restando apenas os três grandes para enfrentar,  o Vasco ganhava e acabou sendo campeão invicto, porém seu estilo de jogo não empolgava e raramente jogava uma partida bonita!

Na verdade, o estilo de jogo do time vascaíno era baseado em embolar o jogo no meio de campo, travar a evolução do jogo do adversário e manter a posse de bola o máximo possível, mesmo que apenas tocando a redonda entre os zagueiros! O jogo não era bonito, porém para as dificuldades da competição foi amplamente eficiente!

Tínhamos o Riascos fazendo um papel de dar o primeiro combate, puxar os contra ataques na velocidade, deixando assim o Nenê se desgastar pouquíssimo e conseguir jogar. Por outro lado o Andrezinho ostentava boa forma , acertando os passes e as jogadas aéreas treinadas rendiam gols ao time, através de seus zagueiros!

Os adversários se achavam melhores, nos atacavam, davam espaços para os contra ataques facilitando o nosso trabalho.

Entretanto, mesmo naquele período , em que tudo dava certo, nosso time era lento no toque de bola, lento na volta do ataque e nossa zaga tinha problemas quando exposta a velocidade dos adversários!

Veio o segundo semestre e a saída do atacante colombiano!

Sem Riascos e com a não existência de jogador com as mesmas características, a programação tática ofensiva desabou, se desestruturou e passamos a ter dificuldades enormes para passar da defesa ao  ataque! Houve ainda a consequência para o posicionamento do meio de campo e da defesa, pois o adversário não tinha mais ninguém perturbando a saída de bola e os erros de posicionamento defensivo do Andrezinho e principalmente do Nenê ficaram expostos em campo.

A defesa passou a sofrer assédios dos atacantes adversários, tanto em jogadas vindas de trás, como nos contra ataques velozes e aí a casa caiu para o Luan. Seus defeitos de falta de velocidade ficaram expostos e passou a ser uma avenida, que ora ou outra era piorada quando da escalação do Pikachu como lateral, pois com isto era criado um espaço que o nosso zagueiro central não tinha como cobrir!

O time que antes era compactado em trinta metros de campo, passou a ficar espaçado com distâncias de até 50 metros de campo entre as linhas.

Com o fato acima, os meios de campo passaram a ter de correr mais e mais, só que Nenê e Andrezinho não aguentavam fisicamente tal esforço e passaram a não conseguir atacar e nem  marcar direito!

Além disso, na segundona os times jogavam na correria e o Vasco  passou a não controlar o jogo entrando na correria dos rivais!

Era a senha para o fracasso, principalmente em jogos em casa.

A torcida inebriada pela invencibilidade recente , achava que o time podia ir loucamente ao ataque, porém não podia, a defesa não resistia aos contra ataques e até o Jorginho , por vezes, entrou neste delírio mandando o time pra frente e perdendo jogos facílimos em casa!

Com a desestabilização tática, com a insegurança das derrotas o Vasco perdeu o padrão de jogo, que se era feio , ao menos era eficiente!

Vieram as contratações e os jogadores podem ajudar, mas estão nitidamente fora de forma, e não entenderam até agora a maneira do Vasco jogar!

Outro detalhe, foi a performance do Martim Silva, que antes fechava o gol e agora anda numa decrescente técnica e tomando gols fáceis. Além disso os adversários descobriram que em bola alta na área do Vasco o Martim Silva não sai do gol nem por decreto, e assim tomamos vários gols !

Agora com a natural pressão da torcida  vemos jogadores, até mesmo os veteranos, nervosos em campo, incapazes de ditar o ritmo das partidas. A depressão técnica do Nenê é alarmante, pois além de não acertar quase nada, simplesmente desfila pelo campo nos últimos jogos, se jogando no campo a qualquer contato e reclamando de tudo e de todos!

O Andrezinho até está tentando correr e fazer, porém em fase técnica péssima, faz uma soma de passes errados em campo assustadora!

Com o ritmo de jogo quebrado o Vasco de hoje se pendura , tal qual náufrago, na tábua de salvação surpreendente chamada de Douglas, que veio da base e assumiu todas as responsabilidades que deveriam ser dos veteranos e jogar quase sozinho no meio de campo!

As soluções são difíceis e passam por uma D.R. do elenco , com certas responsabilidades sendo assumidas e também com o restabelecimento de um sentimento de humildade e cooperação perdidos neste semestre pela equipe!

Nossos laterais são um horror , na atual fase. Julio Cesar completamente sem velocidade, jogando apenas para se proteger está comprometendo pelo lado esquerdo. Madson e seus medos e inseguranças erra tudo pela direita, mas quando entra Pikachu, nossa lateral vira uma avenida!

Vejo jogadores completamente perdidos dentro da área no ataque. Quando a bola chega ninguém, absolutamente ninguém pensa. Todos se desfazem da bola, com bicicletas, sem pulos, chutes de primeira que invariavelmente são isolados longe do gol! Todos perderam a tranquilidade de dominar a bola , olhar , pensar com rapidez e fazer um drible final e um chute matador!

Este time atual necessita de um homem de área, pois quando é escalado sem ele, deixa os zagueiros adversários ir caçar o Nenê lá fora da área e além disso os homens escalados no ataque fogem da área como o diabo da cruz! Não interessa se o único homem de área do Vasco é gordo e fraco tecnicamente, se só tem ele vai ter de entrar e dar o jeito dele!

Por outro lado, tem de haver uma fórmula para deixar o Nenê livre de responsabilidades defensivas e exigir que sua produção melhore com a bola nos pés, sem palhaçadas, jogando com objetividade!

Se conseguirmos compactar o time, teremos um final de cinco partidas melhores. Se continuar a jogar cada um por si e o time todo espalhado em campo, penso que cinco partidas de horrores serão nosso destino final este ano!

 

2)BASQUETE:

Com enorme sacrifício o Vasco voltou para a divisão principal do basquete nacional e mesmo sabendo das dificuldades de se montar um time em pouco tempo, o Vasco conseguiu uma equipe com condições de enfrentar os adversários de igual para igual.

A realidade é que uma possível diferença técnica entre a nossa equipe e a rival do Rio, diminuiu muito e hoje se encontram num patamar de igualdade e a decisão do Campeonato Carioca demonstra isto de maneira cabal!

Espero que o projeto permaneça e que tenha tempo de render frutos neste recomeço do basquete vascaíno, depois de literalmente arrasado por um irresponsável que não gostava do esporte e quando no poder desmontou todo o esporte amador do Vasco!

 

Certamente muita gente vai concordar e muita gente vai discordar desta crônica, mas como o espaço é democrático fiquem a vontade para comentar, até mesmo os habituais patrulheiros de ideias da internet! Hehehehehehehehehe!

Saudações vascaínas!

 

Sobre jolucave

Sou médico ortopedista , casado, carioca e vascaíno
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para UMA QUESTÃO DE OPINIÃO!

  1. Sérgio Luis Durço Maciel disse:

    É difícil enxergar uma resposta clara que explique a grande queda de rendimento da equipe, apesar da crônica ter feito referencia a um ponto que dá uma visão inicial do problema. Bom ou regular tecnicamente, o fato é que a saída do Riascos desestruturou a equipe e todos saíram perdendo. O Vasco pela completa desestruturação do seu jogo, o Cruzeiro porque deu um tiro nágua e perdeu dinheiro do seu investimento e o Riascos que viu sua ótima fase ser reduzida a pó. Tivesse o Cruzeiro um pouco de paciência e ele receberia no final do ano um jogador hipervalorizado que daria excelente retorno financeiro, mas não os culpo porque ninguém tem bola de cristal para ver o futuro, muito embora ache que com um pouco mais de experiência por parte da diretoria do Cruzeiro eles teriam condições de antever que isso poderia ocorrer.
    Tudo isso, porém, não explica o Vasco estar se arrastando tecnicamente em campo. Mesmo com as peças que tem, o Jorginho já deveria ter encontrado um meio de resolver isso, mas a cada jogo, passa a impressão de que ele se perdeu e não consegue encontrar o rumo, muito embora eu ache que ele reúne condições para isso. Cabe a nós torcer com fé para conseguirmos o acesso logo nesses três proximos jogos, depois o que vier será lucro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s