CLASSIFICADOS NA COPINHA!

Caros amigos vascaínos,

Como já havia adiantado não poderia fazer a análise do jogo contra o Nacional, por motivos de trabalho, mas mesmo assim e com atraso , gravei o jogo para ver depois, e hoje voltando do plantão vou dar minhas impressões acerca da partida.

Quem tivesse visto os dois primeiros jogos , pensaria como eu, que dificilmente o time do Vasco passaria adiante, mas acabei tendo bela surpresa, pela classificação da equipe.

O time se apresentou com mais compactação, menos invenções do técnico e com uma mudança de comportamento importantíssima, por parte do Bruno Cosendei,  para a melhoria do rendimento.

Por causa do resultado da preliminar , o Vasco deveria ganhar a partida para se classificar, o Nacional só sairia classificado com vitória de dois ou mais gols e o empate desclassificaria os dois.

Logo no  início da partida sofremos um gol de contra ataque numa falha absurda e grotesca do zagueiro Artur, deixando o atacante adversário entrar livre e cruzar a bola. O atacante que fez o gol por pouco perdeu  e o goleiro João Pedro quase realizou uma defesa impossível, mas não deu e o  Nacional saiu na frente.

O time se perturbou um pouco, mas foi gradativamente ganhando terreno, num gramado horroroso e contra um time muito maior fisicamente falando.

Paulo Victor perdeu gol impublicável, mas mesmo assim se apresentava na frente com velocidade, mas sempre concluindo mal.

Numa falta na lateral da área, Bruno Cosendei cruzou e o baixinho Hugo Borges, com um tempo de bola excelente, cabeceou livre , na frente de dois jogadores de basquete da zaga do Nacional. Estava empatada a partida.

Pouco depois , numa jogada atabalhoada do Artur no ataque , ele e o Lucas Barbosa, se contundiram. O Lucas ficou tonto por muitos momentos, mas demonstrando uma garra  e uma vontade louváveis voltou a campo e continuou, enquanto que o Artur saiu pouco tempo depois alegando dores no quadril. No lugar do Artur entrou Iago Índio, sendo  que desta vez o Rodnei não ficou inventando, tirou um e colocou outro naquele lugar, mesmo sendo improvisado, porém não mexeu em três posições!

Voltamos para o segundo tempo mais agressivos que o adversário e logo Hugo Borges novamente marcou mais um.

O Vasco permaneceu mandando no jogo e Bruno Cosendei marcou o terceiro , premiando sua atuação, desta vez séria e pensando no time.

Nos acréscimos, Gabriel Buriche foi expulso ao fazer pênalti com as mãos dentro da pequena área. O Nacional cobrou , converteu e o jogo acabou, com a nossa classificação sacramentada, numa vitória de 3 x 2!

 

Análise da atuações:

João Pedro: Tranquilo nas bolas altas e com uma função de líbero nos contra ataques adversários. De uma maneira geral agradou no  jogo de ontem.

Mateus Peixe: Vinha de contusão e se mostrou um lateral abusado, driblador , indo a linha de fundo com frequência. Tem certa deficiência na marcação, mas foi bem na partida.

Gabriel Buriche: entrou no fim e deu azar ao ter de fazer o pênalti, sendo expulso de campo.

Lucas Barbosa: Demonstrou garra e liderança ao permanecer no gramado , durante alguns minutos no primeiro tempo completamente tonto em campo. Trata-se de jogador apenas mediano, mas que tenta compensar suas deficiências com o coração.

Artur: Falha lamentável no gol do adversário. Se perturbou completamente, falhando numa jogada atrás da outra. Finalmente revelou pouca resistência a dor, no lance da contusão e pediu para sair!

Iago Índio: Entrou na zaga  e foi razoável. Tem pouca inteligência de jogo, fazendo faltas desnecessárias na frente da área.

Richard: Um pouco mais presente nas jogadas ofensivas, mas me parece muito preso, muito tímido e sem grande recursos técnicos. Vamos observar mais!

Jussa: Muito coração a frente da zaga,quando sai pro ataque pela esquerda consegue bons cruzamentos, mas apresenta deficiência no passe, o que para um volante moderno é um problema!

Douglas luis: É o motorzinho do meio de campo. jogador com bom passe, boa combatividade. Pode vir a ser muito útil.

Bruno Cosendei; Finalmente o nosso meia entrou em campo. Boa partida, combativo, passes lúcidos. Tentando chutes a gol e fazendo um que corou sua atuação! Tem bola, precisa ter cabeça e largar a máscara!

Robinho: Embora muito menor fisicamente e com quase três anos a menos, infernizou os grandalhões da zaga do Nacional. Boa atuação, com passe para gol.

Eduardo Melo: Entrou no fim para garantir o resultado.

Paulo Victor: Veloz, muito aguerrido, mas conclui mal demais as chances de gol. Parece pensar pouco as jogadas e acaba se enrolando. Vale a pena ser treinado e aperfeiçoado.

Hugo Borges: Oportunista, matador, não perde oportunidade de gol. Fica ali meio fora do jogo e de repente aparece para marcar! Até que enfim o Vasco está produzindo um homem de área que joga bola e não um cabeçudo alto!

Rodnei: Desta vez não inventou, foi sóbrio na armação do time e na hora da substituição da zaga fez o simples e acertado!

O Vasco se classificou para jogar contra o América MG, que segundo informações é bem melhor que os nossos adversários até aqui e joga com um time sub 19 e ainda tem grande tradição de produção de atletas na Copinha!

O jogo será domingo e vamos torcer por mais um bom resultado!

Saudações vascaínas.

 

 

Sobre jolucave

Sou médico ortopedista , casado, carioca e vascaíno
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s