NOVOS SÓCIOS , NOVO CAMINHOS ! PARTE 2

Caros amigos vascaínos,

Hoje vamos continuar o tema sobre a participação dos sócios na administração do clube através de plano de sócios e de possíveis poderes adquiridos nestes planos.

Pelo que pude ler na internet e principalmente no Facebook  permanecem várias opiniões a favor e contra a liberação ou não total de votação para os sócios que entrarem por campanhas de planos de sócios.

Na minha opinião existem certas confusões sobre a questão de propriedade.

Vou usar um exemplo de um comércio que seja aberto com poucos sócios.

EXEMPLO 1:

Iniciando com apenas uma loja, e durante seu desenvolvimento chega a uma rede famosa, hiper conhecida que vende seus produtos.

Em determinado momento, esta rede resolve fazer um plano de cartões de desconto, onde os beneficiados podem comprar tudo mais barato, usufruir de praças de alimentação com desconto, e assim por diante! Este plano pode ser gratuito, ou pode ser taxado pela empresa, tornando quem participa um afiliado!

A coisa se torna um sucesso e lojas no Brasil inteiro vendem aquele plano , com aquele cartão e aquela afiliação!

Um dia a empresa mantenedora do plano resolve cobrar mais a mensalidade e muitos protestam.

Vocês acham que estes afiliados deveriam ter direito de dizer se concordam ou não com o aumento das taxas? Até poderiam através de manifestações ou mesmo deixando usar, certo?

Vamos mais adiante, vocês acham que estes afiliados deveriam ter voz dentro das decisões da empresa? Deveriam eles ter o direito de fazer e desfazer o que os donos da empresa decidem? Ou seja deveriam ter direito a voto no conselho da empresa?

EXXEMPLO 2:

Uma determinada empresa tipo LTDA, sem ações na bolsa, decide que está sem grana e tem de ampliar seus negócios!

Pode vender ações com ou sem direito a voto e até abrir venda de ações na Bolsa de Valores. São meios válidos de conseguir grana.

Se abrem venda limitada e fora da bolsa , podem conseguir os recursos sem abdicar do poder de decisão sobre a empresa.

Se resolvem abrir na Bolsa de Valores, podem conseguir muito mais , mas com o risco de perda da empresa para algum empresário de fora, porém a injeção de recursos será muito maior!

************************************************

Na minha opinião a discussão está toda focada na questão de poder dos votos, ignorando os direitos de propriedade!

Um amigo disse que se o Vasco tem pelo menos uns 15 milhões de torcedores não é justo que a decisão seja de apenas uns poucos sócios e que deveria haver plano de sócios pela internet com direito a voto, dando uma maior democratização, modernidade e transparência as coisas no clube.

Em primeiro lugar os slogans são muito bonitos , estes então de transparência, modernidade e democratização tem grande apelo e estão presentes em muitos lugares onde nada disto existe. Estes slogans não podem ser um fim em si mesmos, mas o que devemos sempre querer saber é como serão implementados , ou seja, como chegar naquele objetivo!

Nesta apreciação do número de torcedores podemos comparar com plano de vantagens de redes de lojas. Será que deveríamos dar aos participantes direito a voto na administração delas? Mas por outro lado em se tratando de clube de futebol a opinião destes milhões de torcedores deveria ser ignorada. Vejo aí interessante debate para o futuro!

Outra maneira de se entender , é que a venda de plano de sócios pela internet, com associação em massa e amplo direito a voto , equivaleria a transformar o clube em uma empresa com ações na bolsa e com possibilidade de troca de dono, ao alcance de quem se dispusesse a pagar o suficiente! Esta última possibilidade bastante preocupante.

Em última vista de fatos, o que estamos discutindo, na verdade é a possibilidade de mudanças na propriedade do clube. Deveríamos retirá-la dos atuais proprietários e dividi-la com um número incontável de novos, ou não.

Realmente não encontro resposta para estes problemas, pensando apenas no futuro do clube. Certamente não tenho competência para conseguir enxergar todas as arestas envolvidas, mas que pelo menos se estimule uma discussão sadia em torno disto!

Saudações vascaínas!

 

 

 

 

Sobre jolucave

Sou médico ortopedista , casado, carioca e vascaíno
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

2 respostas para NOVOS SÓCIOS , NOVO CAMINHOS ! PARTE 2

  1. Marcelo Gammaro disse:

    Boa noite Veríssimo, li os 2 textos sobre o assunto. Inicialmente não vou basear minha opinião sobre o assunto, no direito de propriedade, até porque no momento da fundação da instituição, o foco não era este, e creio que todas as ações que construíram a nossa belíssima história, foram realizadas com o objetivo de promover um clube para “todos”. Quanto aos variados modelos de associação, creio que um grave erro no Vasco, é o associado poder votar com apenas 1 ano de quadro, isso desestimula a fidelização do sócio e facilita manobras eleitoreiras, que diga-se de passagem nosso ultrapassado estatuto permite. Exemplo: Vou investir R$ 1.350.000,00 durante 1 ano para conquistar 2.000 votos, ganhar a eleição e administrar um orçamento de R$ 200.000.000,00 anuais durante 3 anos. “Negócio” da China não é?, até porque você sabe bem que não é costume prestar contas de como é feita a gestão destes recursos (vide balanços reprovados). Acredito que independente do modelo de plano associativo e de opções de associação, com mais ou menos participação e benefícios, o que vai determinar o sucesso do plano para o clube, será a credibilidade transmitida pela diretoria administrativa e dos outros poderes do clube, e creio que um pré-requisito para isso, é a transparência e regularidade do processo eleitoral. A publicação periódica da listagem de sócios com direito a voto, é um documento importantíssimo para dar credibilidade ao processo e eliminar a possibilidade de fraudes nas eleições. Com relação a tipos específicos de associação, de propriedade ou não, vou comentar com você em outro momento, porque acredito que o primeiro passo é promover o Vasco para todos, o Vasco da Gama é para fora, um clube para todos, sem distinções, sem discriminação, e isso só conseguiremos com o comprometimento das pessoas que vivem o clube. SV.

    • jolucave disse:

      Caro amigo,
      Obrigado pela leitura, a pedidos, e pelo comentário.
      Penso que a questão do tempo de filiação é mais uma coisa a ser posta em discussão.
      Continuo a discordar de se passar por cima do direito de propriedade. ele existe e vai dar problemas se ignorado.
      Penso que deveríamos pesquisar sobre o Benfica, Porto, Barcelona, Real Madrid e outros, para ver como fazem com os programas de sócios e maneiras de participação dos novos!
      Grande abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s