A RECAÍDA INDESEJÁVEL

Caros amigos vasca’;inos,

Mais uma derrota na conta deste interminável Nacional de 2015.

Alguns fatores foram determinantes de nossa derrota:

  1. O enorme esforço contra o IM na quarta fez o time se ressentir fisicamente hoje, ainda mais num campo de grandes dimensões como o Serra Dourada.
  2. Tomamos um gol muito cedo em mais uma falha conjunta de Anderson Salles e no lento reflexo do Martim Silva ( a bola era defensável).
  3. Pênalti cometido de maneira irresponsável e infantil pelo Christiano.
  4. Excesso de rigor do juiz ao expulsar o J. Henrique, deixando em campo com pouco rigor o jogador que atingiu sua cabeça com uma voadora!

Estes fatores mataram qualquer chance de reação do Vasco nesta partida.

Na minha opinião a partir do momento em que o Vasco ficou com um homem a menos, se o Jorginho já estivesse no clube a mais tempo saberia,  a presença do Julio Santos ficou pesando como um homem a menos. Da mesma forma a falta de eficiência do Guinanzu está ficando muito flagrante.

As falhas do Anderson Salles parecem ser seletivas, e acontecem de preferência no Nacional. Escorregões mataram a gente contra o Palmeiras e Corinthians e hoje deixou o Love fazer o que quis no lance do gol, sem ao menos chegar junto, como se diz na gíria!

O Martim Silva, que tem excelente aproveitamento em lances cara a cara, carece de rapidez e impulsão em lances como o do primeiro gol. Depois fez algumas boas defesas, mas a Inês já estava morta!

Outra coisa que nos prejudicou foi a entrada do Herrrera, retirando um dos poucos que aguentavam correr em campo, nos deixando em campo um completo inútil!

Análise das atuações:

Martim Silva: Na minha opinião foi lento demais no primeiro gol. Depois fez várias boas defesas. Sempre no enfrentamento cara a cara vai muito bem, mas em lances em que precisa de explosão muscular e rapidez vai mal e isso pode ser verificado facilmente nos treinamentos!

Madson: Partida apenas regular. Como sempre se omitiu na hora do bicho pegar!

Rodrigo: Estava mal nas bolas aéreas, mas depois se recuperou e ficou dando cobertura aos outros da defesa. No lance do pênalti  no terceiro gol, nada podia fazer de diferente! Acabou expulso nesse lance!

Anderson Salles: Atuação horrível, culpado direto no primeiro gol.

Christiano: Péssima atuação. fez um pênalti ridículo.

Serginho: Um dos poucos que se salvaram, não pelo futebol que é bem curto, mas pela sua dedicação em campo!

Guinanzu: Muito mal, atrasando todas as jogadas com bolas para trás.

John Clay: Entrou e nada fez, a não ser levar um cartão que o deixará de fora da próxima partida.

J. Santos: Mal, embora tenha de reconhecer a sua tentativa de participar do jogo, mas suas características ( de muita lentidão) não permitiram.

Lucas: Entrou no fim , sem comentários.

J. Henrique: Expulso infantilmente e de maneira excessivamente rigorosa , pelo juiz.

Nenê: Lutou até o fim, mas não encontrou com quem dialogar!

Riascos: Lutou sozinho no ataque. Levou cacete demais e o juiz não teve o mesmo rigor que teve com os jogadores do Vasco!

Herrera: Um enorme erro sua entrada!

Jorginho: Falhou na substituição do Herrrera e foi atropelado pelas circunstâncias do jogo.

Esta recaída do time veio em hora péssima e com a vitória do Figueirense em casa complicou mais as coisas ainda!

É importantíssimo que a torcida e o elenco mantenha o foco na recuperação e não jogue a toalha antes da última cartada. Falo isso como torcedor!

Um aspecto que não deve ser esquecido e que lamentavelmente vem sendo.  As arbitragens paulistas estão sendo muito rigorosas com o Vasco. Os critérios não estão sendo iguais. no jogo contra o Coritiba o juiz paulista segurou o jogo, lentificando a partida sempre que podia. Hoje o Luiz Flávio foi rigoroso na expulsão do J. Henrique e aliviou o atleta do Goiás que tinha dado uma voadora na cabeça do atleta vascaíno.

É evidente que o Vasco perdeu por suas falhas, mas que recebeu uma ajudazinha para perder , não resta dúvida!

Quarta teremos partida pela Copa do Brasil num jogo onde tudo  pode acontecer e sábado voltamos a jogar em casa contra o Figueirense e aí não podemos pensar em nem sequer empatar!

Façam o que for necessário, mas encontrem uma maneira deste time ganhar no Nacional. O time nitidamente está completamente acabado emocionalmente e não adianta uma vitória importante só, pois enquanto não estiver fora do Z4 a pressão só irá aumentar!

Não adiantam declarações seja de quem for, o que adianta é trabalho, perseverança e foco em alcançar um objetivo , tido até agora como impossível pela grande maioria!

Saudações vascaínas.

Sobre jolucave

Sou médico ortopedista , casado, carioca e vascaíno
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s