A DIFÍCIL RECUPERAÇÃO

Caros amigos vascaínos,

Mais uma vitória sofrida, difícil, como será nossa caminhada rumo a uma lenta recuperação.

O jogo desta noite em SJ apresentou um detalhe que poucas emissoras realçaram, mas que foi determinante para nossa dificuldade em vencer o Avaí! Este detalhe foi o trio de arbitragem. Pelos meus anos vendo futebol era nítida a predisposição do trio de arbitragem contra o Vasco, dentro de sua casa! Pareceu missa encomendada! Conhecemos os juízes por aí e sempre dão vantagem ao time da casa nas bolas duvidosas, hoje todas elas foram contra o Vasco, com o detalhe de um gol mal anulado, no início do jogo, que mudaria o panorama da partida!

A diretoria tem de ficar de olho vivo, pois tem muito interesse no meio e certamente não hesitarão em meter a mão no Vasco!

Voltando ao jogo propriamente dito, vi um Vasco com muitas deficiências técnicas, mas com uma vontade danada de ganhar. Parece que a principal diferença do Vasco do Doriva , para o Vasco do Roth é a determinação de ganhar em campo.

Outro fator que me chamou a atenção é o péssimo preparo físico de alguns jogadores. o J. Clay ao sair no intervalo mal conseguiu dar entrevista. Penso ser inadmissível que um jogador de 20 anos saia no intervalo exausto!

Desta vez tivemos várias chances de gol, o que aconteceu na medida em que o time ganhou mais verticalização de jogo, mesmo sem ter o meia de ligação para pensar a jogada. O fato é que o time está indo para ataque do jeito que der, num jogo feio, porém eficiente.

Análise das atuações:

Charles: Não está evoluindo, jogo a jogo permanece inseguro.

Madson: Boa atuação.

Anderson Salles: Boa atuação, com um balaço na trave em cobrança de falta. Infelizmente é muito baixo para zagueiro, mas com seu domínio de bola e bom passe , facilmente daria um cabeça de área de boa qualidade!

Rodrigo: Sentiu a coxa logo no início e ficou na marra. Boa atuação.

Christiano: Mais uma vez foi um desastre completo total e absoluto.

Lucas: Jogou abaixo do que pode. Sua lentidão o prejudicou na partida, porém lutou muito a frente da zaga.

Guinanzu: O lance do gol resultou de um abafa dele lá na frente, assim como o lance da falta que o Anderson mandou na trave. Sua garra mandou o time para a frente.

J. Clay: Péssimo, sem preparo físico. Horroroso. Displicente.

E. Biancucchi: Fez o golaço e……. mais nada. Ainda bem que ganhamos o jogo num flash deste jogador vaga lume.

J. Cesar: Pouco fez em campo, ainda devendo muito na parte física.

Rafael Silva: Entrou, pipocou e saiu expulso de maneira ridícula.

Riasco: melhor atacante do Vasco no jogo. No meio do segundo tempo arriou os quatro pneus do carro e não aguentou mais correr.

Gilberto: Se salvou ela tabela do gol, mas tirando isso foi horroroso e ainda por cima pouco inteligente coma bola nos pés. Está completamente fora de sintonia. Deveria ser barrado para por a cabeça no lugar e parar de pensar que é o cara, o craque, pois não é!

Julio Santos: Entrou e desempenhou seu papel de múmia paralítica com perfeição! O cara não é nem chamado para a seleção do Paraguai, daí………..

Celso Roth: Brigando muito contra as deficiências técnicas do time, deu pelo menos um novo vigor ao time dentro de campo!

Próximo jogo será contra a Chapecoense fora, coma volta de Serginho no meio de campo. Rafael nem no  banco fica, suspenso automaticamente!

O time da casa entrará no desespero de duas derrotas seguidas e penso que não deveremos ficar esperando eles, pois seremos sufocados em campo!

Confiando numa vitória,

Saudações Vascaínas.

Sobre jolucave

Sou médico ortopedista , casado, carioca e vascaíno
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Uma resposta para A DIFÍCIL RECUPERAÇÃO

  1. Sergio Luis Durço Maciel disse:

    Me permita a ousadia de discordar em apenas dois pontos da sua sempre brilhante análise. Falo como torcedor e não como conhecedor técnico ou tático do futebol, mas ao meu ver, o Biancucchi é razoável como meia e pode nos ajudar muito, além de ter espaço para crescer no time. Tem um bom chute colocado e uma boa visão do jogo. Fez um gol ontem que já vi fazer outros iguais nos clubes pelos quais jogou. Acho que com ritmo de jogo e mais partidas nos será muito útil. Quanto ao time, embora a vontade de ganhar tenha melhorado ainda não me satisfaz em nada. O que eu desejo no time do Vasco são jogadores que entrem pilhados do início ao fim tomando como exemplo de disposição o Guinanzu e tipo de jogo assim só vejo nele. Agora aqui pra nós, o que aconteceu com o Gilberto? Parece que deixou seu jogo no estadual. Quando começou entrava pilhado com vontade de acertar e chamando o jogo para si, coisa que não acontece agora. Nenhum jogador do Vasco pode reclamar, pois estão recebendo em dia e a diretoria vem fazendo um esforço sobrehumano com os recursos financeiros que tem a fim de que eles tenham o mínimo para desempenhar bem a função de cada um. Grande abraço.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s