O JOGO E AS AÇÕES NECESSÁRIAS

Caros amigos vascaínos,

Hoje em SJ vimos o Vasco penar para ganhar do Náutico, em paralelo a isto estamos presenciando o Vasco totalmente à deriva, sem um timoneiro de confiança e dependente de uma decisão judicial, postergada ad infinitum, por quem deveria fazê-lo.

Falando sobre a partida, pudemos ver o resultado de um time ser despedaçado pela omissão de uma diretoria, onde o presidente prorrogado não passa de um mero candidato a deputado, muito preocupado com o fato de que vai perder a mamata política e pouco ligando para o que acontece no clube, a não ser é claro quando o assunto se trata de recebimentos dos seus apaniguados!

O time até que se comportou bem no primeiro tempo, perdendo muitas chances, mas aqui e ali vemos que nem todos estão colocando seus ricos pezinhos nas divididas, talvez num recado de que querem receber seus salários.

Pagar em dia é obrigação moral de qualquer patrão, mas que infelizmente não é honrada no Vasco, por este botafoguense infiltrado de presidente do clube!

Entretanto, o jogador que entra em campo e não se esforça perde a sua razão, pois moralmente deveria dizer que não quer entrar em campo ao invés de se omitir em lances importantes.

Passada esta etapa, vou entrar numa discursão, onde provavelmente poucos concordarão comigo. Não dá mais para entrar em campo com o atleta DOUGLAS fingindo que joga bola. É habilidoso? É. Faz gols de falta e pênalti? Às vezes ele faz. Consegue realizar alguns lançamentos importantes? A cada jogo ele faz cada vez menos.  Trata-se de um ex-atleta em atividade, que não se esforça, não corre e pesa demais na produção do meio de campo. Hoje, como nos jogos anteriores errou todos os escanteios batidos, todas as faltas laterais para cruzamento, acertando apenas duas faltas em direção ao gol! Convenhamos é muito pouco.

A conversa da diretoria dizendo que não ia pagar salários, um dia antes do jogo, foi mais uma demonstração de incompetência deste presidente prorrogado banana.

O time está nervoso, sem a menor condição de jogar em bom nível.

Não tenho dúvidas que se não fosse o Joel, mesmo com todos os seus defeitos, lá no banco as coisas estariam muito, mas muito piores do que com o Adílson.

Martim Silva: fez algumas excelentes defesas e um pênalti completamente infantil, numa jogada em que ele não deveria ter saído do gol.

Diego Renan:  fez o de sempre , muita mediocridade pela lateral, não marca ninguém, e quando ataca ou cruza mal, ou corta para a perna esquerda (que não é a boa) e dá um peteleco no gol!

Rodrigo: muito mal, sem velocidade, vivendo da fama.

Douglas Silva: no mesmo nível do companheiro de zaga

Lorran: muito inexperiente, larga a defesa e produz pouco no ataque, com cruzamentos errados.

Marlon: entrou no fim, e como sempre, se arrastou em campo, tendo performance física comparável a um senhor de cinquenta anos.

Guinazu: muita luta e muita marcação, mas toca uma pelada danada no meio de campo. Valeu pelo espírito de luta.

Fabrício: medíocre, enrolado, saiu tarde.

Dakson: fez um gol, ganhou um amarelo e ponto.

Douglas: Atuação ridícula, parece um peladeiro de casados e solteiros, com aquela barriga ridícula e desempenho físico de um sexagenário.

Maxi Rodrigues: Não jogou nada hoje, muito individualista.

Edmilson: entrou no segundo tempo e se esforçou, pelo menos.

Kleber: figura nula, não fosse o gol decisivo, nem seria notado em campo!

Thales: Mesmos com os erros da falta de maior experiência fez as jogadas dos dois gols do Vasco. Mesmo jogando sem um esquema para ele, se esforça e tenta apoiar os companheiros, só não é apoiado por eles!

Joel: O Vasco deixou de sair ganhando fácil o primeiro tempo em virtude dos erros primários do Douglas, perdendo chances em cima de chances. Tentou mandar o time para frente a todo risco e deu certo no fim. Em tempo, com a nossa zaga se sair para jogo franco, tomamos um balaio de gols!

Para o próximo jogo não teremos o Thales, Edmilson e Daksom, por causa de seleção e amarelos.

Agora vamos tratar de como o Vasco pode atravessar este final de ano com um pouco de paz.

Envolvido em uma luta fraticida e onde os ódios estão suplantando o amor pelo Vasco, o clube vê a situação ficar cada vez mais inadministrável em relação aos salários de todos os profissionais que trabalham no clube.

É totalmente necessário que as facções políticas se reúnam e que concordem com que se faça um empréstimo bancário para pagamento, única e tão somente da folha salarial de todos os funcionários, incluindo o 13º salário. Este empréstimo nem passaria pelos cofres do Vasco, para evitar que os apaniguados metessem a mão no dindin. Seria efetuado, a cada mês entrando nas contas dos funcionários, do clube e dando um mínimo de paz para se trabalhar e fazer desta maneira, com que todos pudessem dar o máximo dentro de campo, e na administração do clube.

Alguns jogadores estão dando nítidos sinais de que se não sair  grana eles não irão se esforçar.

A ação necessária para que os salários fossem garantidos, sem dúvida nenhuma, seria muito mais garantida se o presidente prorrogado estivesse devidamente fora do clube, porém se amarrarmos as condições do empréstimo, no sentido de que o dinheiro fosse, a cada mês, direto para a conta dos funcionários, este problema estaria resolvido!

Por outro lado, poderíamos fazer importantes economias ao mandar embora importantes funcionários que nada agregaram este ano, a não ser ganhar salários astronômicos. Todos sabem a inutilidade do Cristiano Koehler e seus 150 mil mensais.

Todos estão vendo que o trabalho do senhor Rodrigo Caetano é uma lástima, com planejamento errado, manutenção excessiva de técnico errado e por fim se manifestando explicitamente contra a contratação  do atual técnico, de maneira antiética e configurando insubordinação contra superiores. Chegou inclusive a falar para pessoas antigas no clube de maneira irônica que o queridinho deles estava de volta e que ele não tinha conseguido impedir, se referindo ao Joel.

Olho no RC, pois se ele está insatisfeito que se retire e poupe o Vaso de gastar 150 mil por mês!

Uma coisa é a política podre de SJ e outra é fazer o clube naufragar na Segundona!

As ações necessárias estão postas e são por demais claras para não serem tomadas!

Obs.: Estou a procura de quem pode dizer qual a relação ente Amélia, ex-go e whisky inglês! Rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

Sobre jolucave

Sou médico ortopedista , casado, carioca e vascaíno
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s