SOFRIMENTO EM CÂMERA LENTA

Caros amigos vascaínos,

Acabamos de perder excelente oportunidade para ficar mais afastados do Z4, pois a exceção da vitória do Criciúma, todos os outros resultados nos foram benéficos. Entretanto, uma escalação absurda do Adilson nos roubou a chance de vitória e perpetuou nosso sofrimento em câmera lentíssima.

Está mais do que clara a situação de que o Adilson não pode de maneira nenhuma confiar nos seus auxiliares, aqueles antigos que já estavam no clube.

Tentando desvendar com um técnico pode se equivocar tanto, em tão pouco tempo, só podemos dar crédito ao fato de que ele não conhece o elenco e que as informações passadas a ele , pelos seus auxiliares , está contaminada de jabás de empresários e por incompetência daqueles que deveriam ajudar o novo técnico.

A escalação do medíocre Reginaldo, que tem como empresário o Pedrinho Vicençote, amigo do Banana, foi um erro absurdo e posteriormente, ele disse sentir uma contusão muscular quando estava andando em campo. Pipocou? Sentiu mesmo? Pouco importa era um fardo em campo e nunca poderia ter sido escalado!

Mais escalafobética foi a escalação do Juninho. Se ele sentiu o púbis há uma semana era claro o risco dele sentir os adutores hoje, num dia em que precisávamos de gente 100% fisicamente em campo!

Desta maneira, escalado erradissimamente, começamos dando chance ao adversário. Para piorar as substituições foram péssimas e aqui só nos resta atribuir aos auxiliares as más informações sobre os atletas utilizados.

John Clay é um jogador de vinte anos, mascarado, preguiçoso, não corre, não marca, e quando pega na bola não passa para ninguém! André seria o último a ser pensado, pela performance do Thales nos jogos em que entrou. Foi uma peça nula em campo, atrapalhando os nossos ataques e deu a sorte de errando a conclusão marcar um gol!

Por fim, a entrada do Bernardo foi outro absurdo, pois entrou em campo sem a menor condição atlética, gordo e nada acrescentou ao entrar, a não ser nos vermos livres do John Clay!

Com esta enorme lista de erros crassos da comissão técnica, o resultado final caiu do céu e deve ser creditado a maravilhosa demonstração da nossa torcida, que lotou o Maracanã e empurrou o time para descontar os 2 x 0 contra iniciais.

Mais uma vez deixamos de ficar em condição excelente na tabela, a frente do Bahia, pela funesta influência de empresários na escalação do time, ante uma diretoria acumpliciada, incompetente e mal intencionada!

Não fosse a derrota do Flu para o Corinthians, nosso resultado hoje seria pior ainda do que foi!

 

Alessandro: estava adiantado no primeiro gol (mas a bola entraria de qualquer jeito). Fez ainda duas grandes defesas.

Fagner: Deixou a desejar em termos de se aplicar mais, porém foi o desafogo de saída de bola no segundo tempo.

Jomar: Uma falha importante, que o Montillo perdeu, e no mais jogou bem.

Cris: Falhou no primeiro gol ao não cobrir o Yotun, no mais um rebatedor mediocrezinho.

Yotun: Apoiou mais timidamente e foi mal na marcação.

Abuda: Um gigante na marcação sobre o Montillo e na frente da área.

Pedro Ken: Muita luta na marcação , mas perdeu gol feito no final.

Juninho: Sua escalação foi criminosa com o time do Vasco! Continua a coincidência dele não jogar em POA!

John Clay: Mascarado, lento, ridículo. Espero que não volte até o final do ano!

Bernardo: mais um crime protagonizado contra o time do Vasco. Entrou em campo sem a menor condição física!

Reginaldo: Um jabazão de escalação pipocou e “sentiu” contusão quando nem estava correndo!

André: Outro absurdo perpetrado pela comissão técnica contra o Vasco. Nulo, inútil, estragava as jogadas em que se metia. Fez um gol ao errar o chute e acertar o cantinho do gol adversário. Péssimo em campo.

Marlone: Incompreensível a troca de lado do Marlone no início  do jogo. Fez grande jogada no segundo tempo para defesa difícil do Aranha!

Edmilson: Jogador de futebol modesto, entretanto de enorme utilidade para o time. Não desiste nunca, corre o tempo todo, deu ótimo passe para o André marcar o gol e fez um gol de pura garra e teimosia!

Adilson Batista: Só será perdoado pelo fato de não conhecer o elenco e estar sendo mal assessorado pelo pessoal de dentro do clube. Os auxiliares estão passando informações mais adequadas aos empresários do que ao time!

Nossos próximos dois jogos serão fora e dificílimos. Não digo que os resultados são impossíveis, mas sem paixão, se ganharmos dois pontos já será muito! Pondo o coração na frente, nos resta torcer para duas vitórias milagrosas.

Devemos torcer para o Adilson se livrar dos seus auxiliares de dentro do Vasco e escalar um time decente , sem jabás, contra o Grêmio!

Lá no Sul se voltarmos a escalar jogadores sem condições físicas corremos o risco de tomar uma goleada! Se escalarmos aqueles que realmente podem entrar em campo, sem apadrinhamento de empresários, teremos chances maiores de vitória!

Devemos ter em mente que o fato de termos saído momentaneamente do Z4 de nada adiantará, se no desenrolar das duas próximas rodadas mergulharmos nele de novo! Portanto, o momento é de vigilância e atenção. A vitória do Criciúma o deixou logo atrás de nós e com uma vitória a mais o que é perigoso, mas pega um fio desencapado em casa, contra o Atlético Paranaense. Enquanto isto o Flu jogará em casa contra o Náutico e dificilmente deixará de ganhar. O Bahia deve perder pontos na Vila contra o Santos. Por todo este futuro, teria sido imprescindível uma vitória hoje no Maracanã, o que teria nos deixado em posição bem mais tranquila com dez vitórias.

Se estamos nessa posição extremamente debilitada é por causa de nós mesmos e dos desvios comportamentais desta diretoria infame e de seus empresários apadrinhados!

Saudações Vascaínas!

 

Sobre jolucave

Sou médico ortopedista , casado, carioca e vascaíno
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

3 respostas para SOFRIMENTO EM CÂMERA LENTA

  1. mario piragibe disse:

    Amigo Veríssimo: mais uma vez tenho o prazer de ler aquilo que vc escreve.Inexiste qualquer reparo a ser feito.Peço que desculpe outros torcedores e/ou Conselheiros, que não se atrevem a tecer comentários,elogiando essa tão correta explanação.Mas peço que compreenda.Ano que vem teremos eleições e qualquer manifestação pode ser vista como de oposição e aí, perde-se desde logo algumas benesses,tais como ingressos e estacionamento.Tenho muita pena deles.Aceite um abraço do Mario Piragibe,apenas um modesto associado Vascaino e EX-PHD.

  2. Sérgio Luis Durço Maciel disse:

    Jorge, como já te disse em outra oportunidade, aprecio muito seus comentários sobre o jogo porque são conscientes e retratam muito bem a partida. Quando vi a escalação me desesperei porque não precisa nem ter um conhecimento técnico e tático como o seu para saber que ali havia o dedo de empresários, o mesmo acontecendo no tocante as substituições. É uma calamidade que o Vasco na situação desesperadora que se encontra esteja vulnerável a esse tipo maléfico de influência. É desesperador que o Roberto que já foi tão idolatrado pela torcida continue omisso para não dizer conivente com esse apadrinhamento que beneficia atletas e interesses de empresários em detrimento de nossa Instituição e dessa imensa torcida que compareceu em massa para apoiar o time na esperança de que pelo menos nessa desesperadora fase as coisas seriam feitas com responsabilidade e respeito ao sentimento dos milhões de Vascaínos tão humilhados ultimamente.
    No mais seus comentários foram e continuam sendo brilhantes. Um grande abraço e muito obrigado por se preocupar em dividir conosco tão abalizada análise sobre as partidas do nosso Vascão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s