O FUTEBOL E AS ENTRELINHAS

Caros amigos vascaínos,

 

Hoje a tarde o Vasco se classificou para as semifinais da Taça Guanabara, derrotando o D. Caxias, num jogo em que não esteve bem taticamente, mas que acabou sendo ganho na marra e na vontade dos jogadores.

Com Caxias muito recuado e com nossos laterais claramente se omitindo da partida, nossas ações de meio de campo ficavam perturbadas e possibilitavam contraataques perigosos.

Num destes contra ataques, Nei foi  envolvido a bola foi cruzada e com R. Silva mla colocado, e Alessandro saindo mal do gol eles meteram 1 x 0.

O time se perturbou um pouco e o primeiro tempo passou sem que o Vasco se encontrasse em campo.

Veio o segundo tempo e o time foi para frente na base da vontade, sem muita organização tática e começou a mandar bolas na trave do Caxias e excetuando uma pichotada do Alessandro em corner e outra do Renato Silva num cruzamento, nosso adversário não levou perigo.

Só melhoramos em campo com as saídas do Dyeison e do Nei e a ida do Wendel para a lateral esquerda. Na verdade o Elsinho pouco acrescentou, mas pelo menos correu mais.

O primeiro gol do Vasco veio com Bernardo pegando rebote da defesa e o segundo também com ele pegando outro rebote de bola na trave do CA.

Agora estamos na semifinal e precisamos jogar sem medo contra o Flu, pois todos que enfrentaram o tricolor indo para cima bagunçaram as redes dos caras!

****************************************

Todos nós sabemos que o futebol é a linha mestra do clube, se ele vai bem todos os percalços de uma diretoria são esquecidos e varridos para debaixo do tapete, porém um grupo de oposição que se julga merecedor do voto do associado nunca, em hipótese alguma poderia torcer contra o time de futebol, como no passado cansamos de ver ocorrer por aí. Penso que para ganhar  vitória de minha corrente política numa eleição do Vasco, houvesse necessidade da derrota do time numa final, eu ficaria contente em perder a eleição e ver o clube campeão!

Os destinos do Vasco não podem e não devem estar abaixo das vaidades pessoais daqueles que o dirigem e nunca poderão ser tocados no foco destes interesses.

Sabemos que o clube está muito mal administrado e que as vaidades são a regra na atual diretoria. O que importa é um cargo ali, um ingresso aqui, uma vaga de estacionamento ou mesmo o fato ser “importante”!

Por estes motivos, estão em andamento conversações entre muitas correntes do clube para que possa haver uma união de interesses em prol do clube, salvando-o das práticas administrativas danosas adotadas pela atual diretoria!

Porém, ano e anos de vaidades sempre a frente do Vasco tornam difíceis estas conversações, pois os egos extrapolam o bom senso e as redes de apoio se distorcem em ações diretas ou indiretas que põem qualquer acordo em perigo.

Quando correntes políticas preocupadas com os destinos do clube, mesmo que muito diferentes na sua textura e nas suas diretrizes, tentam conversar e colocar parâmetros para convivência pacífica, em prol da melhora dos horizontes da agremiação, não há lugar para ações individuais que podem passar a impressão de que algum esteja tentando “queimar” o  outro na tentativa de obter vantagem adiante!

Não há a possibilidade de que o que é acordado como base de uma futura ação conjunta, sem que haja declaração de união ou qualquer cooptação, possa ser diuturnamente deixado de lado, seja por atitudes matreiras, seja por ações diretas contrárias aquilo que poderia ser um embrião de frente!

Quando a Cruzada aceitou estar dentro de parâmetros iniciais de não agressão com diversos outros grupos, tomou esta decisão pensando no Vasco e sem pensar em vaidades ou em como seria a interpretação desta atitude!

Dentro deste ambiente descrito acima, certamente que mais perdeu foi a própria Cruzada, sendo questionada por aqueles que não conseguiam entender a causa e o direcionamento deste caminho escolhido e talvez pensando que estava havendo fusão de grupos ou outra maneira de cooptação, que nunca esteve em nossos planos.

Durante este curto espaço de tempo nós verificamos que os parâmetros básicos foram sendo esquecidos e como a Cruzada se mantivesse fiel a palavra dada de não agressão, alguns tentaram apertar o acelerador com manobras sutis para desgastar o nome do grupo, através da manutenção de campanha por seus membros em torno de um líder, coisa que havia sido claramente decidida que não haveria!

Começamos a ver certas atitudes na maior cara de pau, defendendo frentes de um lado, jurando fidelidade a elas, mas por outro lado acelerando críticas contra a Cruzada e mantendo campanha descarada em prol de outro candidato.

Saibam que de minha parte já foi detectada esta conduta e será duramente denunciada caso continuem nesta mesma direção.

Uma coisa é a Cruzada ser ética e ter palavra, outra coisa é achar que aqui ninguém pensa e que todos podem ser vítimas de atitudes marginais ao que foi estabelecido.

Em minha opinião, questões de palavra, honra e ética não podem coexistir com malandragem, esperteza ou atitudes dúbias!

Portanto, sem citar nomes, aviso que o alerta vermelho está ligado e que pode vir chumbo grosso caso continuem a tentar burlar de maneira rasteira o que foi acordado!

A propósito, em termos de candidatos que não gostam de projetos, organização e que dizem poder mudar tudo a hora que bem entendam, realmente me parece um discurso genérico homenageando o produto original, bem mais experiente, mas que já caiu em desuso, embora se mantenha em evidência!

Saudações Vascaínas

 

 

Sobre jolucave

Sou médico ortopedista , casado, carioca e vascaíno
Esse post foi publicado em Sem categoria e marcado , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para O FUTEBOL E AS ENTRELINHAS

  1. Z disse:

    Não concordei com muita coisa da Cruzada no início, mas hoje a opção do verdadeiro vascaíno é extremamente simples: ou ele apóia a Cruzada ou é antiVasco.
    Programas de rádio e fórum de internet não servem mais para nada a não ser aliviar os esfíncteres daqueles de sempre, que comem de graça no Porcão e tem acesso livre ao – que restou do – clube.
    Abraço ao Dr.

  2. jolucave disse:

    Estamos juntos nesta luta!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s