TEMPO DE AVALIAÇÕES 3

Caros amigos vascaínos,
Chegamos finalmente na avaliação do futebol do Vasco da Gama, no ano que passou.
Sem dúvida nenhuma começamos o ano de maneira caótica e terminamos 2011 acima do que estava esperado pela maioria, conquistando uma Copa do Brasil e chegando em segundo lugar no Nacional.
Não vou me aventurar a fazer avaliações do futebol amador, pois não acompanhei de perto e acabaria por falar coisas que ouvi e não que presenciei de perto. Penso, no entanto, que a organização dos amadores do futebol foi negligenciada pela Diretoria e pelo Executivo do futebol Rodrigo Caetano.
O futebol do início de 2011 se caracterizou pela falta de planejamento e coragem da Diretoria e do RC para tomar as decisões sobre jogadores e técnico, ocasionando uma bagunça ridícula, que levou o clube a sua pior campanha no início de um carioca em vários anos de disputa!
Depois da porta arrombada, o técnico foi trocado e jogadores foram contratados, além da contratação singular do Ricardo Gomes, pois foi o único que aceitou e o resto correu legal desta empreitada. Neste ponto houve o primeiro acerto do caríssimo RC.
Com a chegada do novo técnico e a recuperação do Felipe, além do afastamento do CA19 e com a chegada de jogadores novos para encorpar o elenco, houve substancial melhora do time, que acabou sendo melhor avaliada na Copa do Brasil, onde fez campanha muito boa e acabou ganhando o campeonato.
Neste ponto houve a grande comunhão entre a torcida e este time, além da recuperação da imagem do clube como um dos grandes no cenário Nacional e não apenas como coadjuvante.
Estávamos com tudo pronto para uma campanha ainda melhor no Brasileiro, quando uma jogada essencialmente de marketing fez o time oscilar, que foi a chegada do Juninho. Do ponto de vista tático foi péssimo, pois embolou um local do time que estava equilibradíssimo, fazendo com que o RG tivesse de dar tratos a bola para escalar Felipe e Juninho juntos. No marketing foi tudo bem e a torcida gostou da volta do ídolo.
Outro fator que prejudicou nossa campanha no Nacional foi a saída, até hoje muito mal explicada, do Anderson Martins e para piorar veio para seu lugar um jogador muito abaixo tecnicamente (abaixo inclusive dos que já estavam lá) que foi o Renato Silva.
Finalmente o momento do clímax das coisas que estavam dando errado foi a doença do nosso técnico, além do mais da maneira que aconteceu, chocando todo o mundo desportivo.
Entretanto, este acontecimento que infelicitou a todos serviu de cimento para aumentar a coesão do time, unindo mais ainda os jogadores e fazendo com que eles bancassem o Cristóvão como novo técnico provisório.
Vejam que mesmo com todas estas ocorrências altamente destruidoras do time, este mesmo elenco conseguiu chegar ao segundo lugar da competição!
Na minha maneira de observar os fatos, todos os acontecimentos relatados serviram para tirar um abacaxi da mão da Diretoria e do RC, que seria a indicação de um novo técnico, porém quando mais o técnico interino precisou de ajuda e até mesmo comando do RC este se eclipsou e deixou a coisa correr sem atuar, como seria de se supor como Diretor executivo e pelo seu altíssimo salário!
É certo que o clube foi prejudicado em inúmeras partidas pela facciosa arbitragem da CBF, porém se a Comissão Técnica não tivesse feito escalações, no mínimo altamente infelizes, nós teríamos garantido, em casa, os pontos para sermos campeões. Vide jogos contra o Corinthians, Atlético GO e São Paulo, onde os erros de escalação nos roubaram seis pontos!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Com estes pontos seríamos campeões por antecipação de uma rodada!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
Realmente o futebol é eletrizante, pois do nada, as chances aparecessem para corrigir erros, e o que pode parecer uma catástrofe acaba virando uma vitória gloriosa!
Agora que estamos classificados para a Libertadores e o Rodrigo Caetano pediu demissão devemos ficar atentos para ver qual será a nova organização do futebol do clube e quais os reforços para 2012.
Mesmo sabendo das dificuldades financeiras do clube, penso ser muito perigoso apostar novamente e jogadores sem expressão, pois arriscaríamos a Libertadores no início do ano!
O que todos os vascaínos esperam é que a Diretoria não se comporte esperando a crise para se mexer, como no ano passado, pois isto irá causar uma enorme decepção na torcida e grandes problemas internos!
Saudações vascaínas.

Sobre jolucave

Sou médico ortopedista , casado, carioca e vascaíno
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s