CORAÇÃO VASCAÍNO TEIMA EM RESISTIR

Caros amigos vascaínos, pudemos ver no domingo passado mais uma demonstração de como a alma vascaína teima em resistir a todas as dificuldades, fortuitas ou mesmo “criadas” para nos prejudicar. Mais do que nunca o coração vascaíno pulsou forte e resistiu a todas as emoções do jogo de domingo, decidido nos últimos minutos da partida.
Temos de ressaltar que a partida foi muito mal apitada por mais um brincalhão do apito, torcedor confesso do IM. Anulou errado o gol do Diego, logo no início da partida, validou o gol do Fred, feito com falta sobre o nosso fraco zagueiro, deixando a partida desnecessariamente mais violenta e conturbada!
O jogo começou com um gol mal anulado e com o time entrando num ritmo que seria desfavorável a nossa equipe no segundo tempo, pois topamos a correria do Flu.
Se no primeiro tempo as chances se alternaram para as duas equipes, no início do segundo tempo, como seria de se esperar o Felipe e o Juninho cansaram e o Vasco cedeu muito campo ao Flu.
Tivemos de substituir os dois cérebros do time e aí surgiu o espirito de superação do elenco.
De um escanteio batido aberto, Rômulo passou a bola do outro lado da trave para o Alecsandro e surgiu o gol do Vasco.
Logo depois o mesmo Alecsandro perdeu gol feito permitindo ao Flu uma reação baseada no cansaço do Vasco. O jogo virou ataques contra defesas, com o meio de campo abandonado pelas duas equipes. Ainda bem que o Deco também cansou e se apagou no fim.
Deum cruzamento da direita, o péssimo R. Silva ia falhar, mas o Fred se antecipou e o empurrou dentro da área, falta não assinalada e gol validado para o Flu.
Neste momento, com o Corinthians ganhando o jogo em Floripa o campeonato parecia terminado, ainda mais que o Vasco não conseguia ir ao ataque.
Aos 45 minutos do segundo tempo, a defesa toma a bola na intermediária e serve ao Diego Sousa recuado pelo meio, ele domina e faz um passe de quarenta metros para o Alecsandro, que sem dominar a bola, de primeira, cruza para a área. Pelo meio da área surge o jovem Bernardo, tal qual um foguete e cabeceia para o gol, o goleiro do Flu faz milagre e salva, porém a bola guiada pelo destino do intrépido Almirante sobra para o mesmo Bernardo que manda para as redes! Era o gol da redenção sobre as armações e sobre os incrédulos.
Era o coração de milhões de vascaínos posto a prova, teimando em resistir aos percalços deste campeonato!

Teremos nesta quarta feira um importante jogo decisivo, com o desfalque do Felipe. Espero que o time não se desgaste muito, ou se o fizer que ao menos não tenha contusões, pois já estamos desfalcados de Juninho e Alan para este domingo.
Pressinto que para variar nosso coração será mais uma vez testado contra LaU, mas não desistimos nunca e brigaremos por esta classificação.
Saudações vascaínas

Sobre jolucave

Sou médico ortopedista , casado, carioca e vascaíno
Esse post foi publicado em Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s